Aposentadoria por Invalidez: Doenças que Dispensam Carência

Sumário:

A aposentadoria por invalidez é um benefício previdenciário garantido aos trabalhadores que se encontram incapacitados de forma permanente para o trabalho. Essa modalidade de aposentadoria é destinada a proteger aqueles que, por motivos de saúde, não conseguem mais exercer suas atividades laborais.

No entanto, é importante ressaltar que nem todas as doenças garantem o direito à aposentadoria por invalidez. Para ter acesso a esse benefício, é necessário cumprir alguns requisitos, como a carência, que consiste no número mínimo de contribuições mensais ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Existem, entretanto, algumas doenças que dispensam a carência para a concessão da aposentadoria por invalidez. Isso significa que, mesmo que o segurado não tenha contribuído por tempo suficiente, ele poderá ter acesso a esse benefício. Conheça algumas dessas doenças:

1. Tuberculose ativa

A tuberculose é uma doença infectocontagiosa que afeta principalmente os pulmões. Quando a doença está em estado ativo, ou seja, em fase de transmissão, o segurado pode solicitar a aposentadoria por invalidez mesmo sem cumprir a carência.

2. Hanseníase

A hanseníase, também conhecida como lepra, é uma doença crônica causada pela bactéria Mycobacterium leprae. Quando a doença está em estágio avançado, com sequelas que comprometem a capacidade de trabalho, é possível requerer a aposentadoria por invalidez sem a necessidade de cumprir a carência.

3. Neoplasia maligna (câncer)

O câncer é uma doença que afeta diversas partes do corpo e pode causar incapacidade permanente para o trabalho. Nesses casos, é possível solicitar a aposentadoria por invalidez mesmo sem ter cumprido a carência exigida.

4. Cegueira

A cegueira total ou bilateral é uma condição que impede completamente a pessoa de enxergar. Quando essa condição é comprovada, é possível requerer a aposentadoria por invalidez sem a necessidade de cumprir a carência.

5. Paralisia irreversível e incapacitante

A paralisia irreversível e incapacitante é caracterizada pela perda total e definitiva dos movimentos do corpo. Quando essa condição é comprovada, o segurado pode solicitar a aposentadoria por invalidez sem a exigência de cumprir a carência.

É importante ressaltar que, mesmo nas doenças mencionadas acima, é necessário passar por uma perícia médica do INSS para comprovar a incapacidade para o trabalho. Além disso, é fundamental contar com o apoio de um advogado especializado em direito previdenciário para auxiliar em todo o processo de solicitação da aposentadoria por invalidez.

Em suma, a aposentadoria por invalidez é um benefício previdenciário que visa garantir a proteção social aos trabalhadores que se encontram incapacitados de forma permanente para o trabalho. Embora a carência seja um requisito geralmente exigido, existem doenças que dispensam essa exigência, facilitando o acesso ao benefício. No entanto, é fundamental contar com o suporte de um advogado especializado para garantir que todos os procedimentos sejam realizados corretamente e que o segurado tenha seus direitos preservados.

Se você ficou com alguma dúvida sobre o artigo, entre em contato com o nosso escritório Mota Acunha Advocacia. Nossa equipe de advogados estão prontos para auxiliá-lo em todas as etapas do processo, garantindo seus direitos e buscando o melhor resultado para o seu caso.

Compartilhe com um Amigo:

WhatsApp
Facebook
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ei, Espere!

Que tal RESOLVER seus problemas jurídicos com uma Consulta Online?

1 hora de Consulta +
Solução Jurídica para o seu Caso